UMA REVELAÇÃO DE DEUS: Como engolir o amargo degustando ser doce.

A Bíblia nos revela algo sobre João Batista, que muito nos chama a atenção.
Aquele que veio preparar o caminho do Mestre, pregoar as boas novas nos desertos, quebrantar os corações dos Israelitas, repreender públicamente os pecadores, Clamava ao povo que se arrependesse dos seus pecados; Este homem  tinha ousadia e valentia.
Também  batizou Jesus nas águas, viu a unção do Espírito Santo, ouviu do céu a voz que dizia:" Este é meu filho..." Este homem João Batista, alimentava-se de "gafanhotos e mel silvestre".
E aqui está uma linda revelação de Deus para nós: a vida é cheia de contradições.
Gafanhotos remetem as coisas ruins, tristes e amargas, enquanto o mel, as coisas doces, alegres, felizes e boas.
Quando vemos nas escrituras que João comia gafanhotos e mel, podemos extrair das entrelinhas que nossa existência será de altos e baixos, alegrias e tristezas, fé e dúvida, conquistas e derrotas, acertos e erros, amor e ódio, paz e guerra, vida e morte.
 Enquanto vivermos neste mundo, nossa vida será uma absorção, uma ingestão diária de coisas boas e ruins. Todos os servos de Deus experimentaram essas contradições, e nem o próprio Cristo foi isento desta realidade. Em um momento, Jesus estava nas águas do Jordão; em outro no deserto.
Uma hora ele ouviu a voz do Pai; em outra hora era confrontado pelo diabo. Em certas ocasiões o Mestre era elogiado; em outras era tentado e criticado.
Diante disso, quero refletir com você sobre duas verdades. Primeiro, quando alguém lhe oferecer "pratos de gafanhotos", aprenda a retribuir com "pratos de mel", ou seja, pague o mal com o bem. Tenha certeza de que surgirão pessoas para sentir inveja, ódio, calúnia, difamação, perseguição, fofoca. Porem, se queremos ser parecidos com Cristo na terra e chegar ao céu, devemos oferecer "pratos de mel", responder com o amor de Jesus.
  Já na segunda verdade tem a ver com o fato de João começar comendo gafanhotos e terminar saboreando o mel. Será exatamente assim nossa vida; Se temos Jesus como nosso Senhor e Salvador,
assim como João o teve, podemos experimentar muitas coisas amargas neste mundo, porém, no final, seremos alcançados pela doçura da sua Graça Divina.
( parte e inspiração; Palavra pastoral, Jean Porto, Com adaptação de Valquíria Calado)

Bíblia

Mateus 3 - 1 a 17.

E, naqueles dias, apareceu João o Batista pregando no deserto da Judéia,
E dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus.
Porque este é o anunciado pelo profeta Isaías, que disse: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, Endireitai as suas veredas.
E este João tinha as suas vestes de pelos de camelo, e um cinto de couro em torno de seus lombos; e alimentava-se de gafanhotos e de mel silvestre.
Então ia ter com ele Jerusalém, e toda a Judéia, e toda a província adjacente ao Jordão;
E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados.
E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus, que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?
Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento;
E não presumais, de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que, mesmo destas pedras, Deus pode suscitar filhos a Abraão.
E também agora está posto o machado à raiz das árvores; toda a árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada no fogo.
E eu, em verdade, vos batizo com água, para o arrependimento; mas aquele que vem após mim é mais poderoso do que eu; cujas alparcas não sou digno de levar; ele vos batizará com o Espírito Santo, e com fogo.
Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará.
Então veio Jesus da Galiléia ter com João, junto do Jordão, para ser batizado por ele.
Mas João opunha-se-lhe, dizendo: Eu careço de ser batizado por ti, e vens tu a mim?
Jesus, porém, respondendo, disse-lhe: Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. Então ele o permitiu.
E, sendo Jesus batizado, saiu logo da água, e eis que se lhe abriram os céus, e viu o Espírito de Deus descendo como pomba e vindo sobre ele.
E eis que uma voz dos céus dizia: Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo.











****************
********
****
*

4 comentários:

Marilu disse...

Querida amiga, tenha um lindo final de semana. Beijocas

Sonhadora disse...

Minha querida amiga

Passando para desejar bom fim de semana e deixar um beijinho com carinho
Sonhadora

Claudinha ੴ disse...

É a grande verdade exercendo seu poder. Um pouco de mel nos lábios pode desarmar os maiores guerreiros...
Beijo!

Daniel Savio disse...

Sempre temos de aprender com o que a vida apresenta, seja coisas ruins, ou boas...

Fique com Deus, menina Hanukká.
Um abraço.