De Coração

Ó, profundidade do amor divino!
Descomedido convite do céu!
Imerecida luz! Dom repentino!
O coração que produzira fel

Agora bate em contração celeste:
Milagre interno! A fim de resgatar-me,
O bisturi sagrado do Bom Mestre
Remove a pedra e ressuscita a carne;

Pranteia o choro que antes fora meu;
Acalma a fúria do meu velho eu:
Zeloso ser que é egoísmo e pó...

Dá sincronia ao que era descompasso:
Os corações se unem num abraço,
Recomeçando uma batida só!

"Também vos darei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo;
 e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne."
 Ezequiel 36:26

Fábio Paradela
& Ederson Peka


 
 

3 comentários:

legalmente loira... disse...

olá valquíria,
adorei seu carinho no meu espaço.
fiquei encantada com o seu.
lindo de coração!
profundo e a gente fica a ler e reler.
vou te seguir com muito carinho.
otima semana com bjos.

Valéria Gomes disse...

Não podia ser mais lindo! Coisas assim, só podem despertar de um coração cheio de amor.

Beijo grande!!!

Vozes de Minha Alma disse...

Tudo muito lindo,tornando teu blog muito mais espiritualizado.
Um abraço afetuoso, beijos.