A ciência comprova, as estrelas cantam,; Hinos de louvor ao Criador, como diz na sua Palavra.









No princípio criou Deus os céus e a terra.(Gênesis)

Onde estavas tu, quando eu lançava os fundamentos da terra? Dize-mo, se tens entendimento. (Jó 38.4)

Sobre que estão fundadas as suas bases [da terra] ou quem lhe assentou a pedra angular, quando as estrelas da alva, juntas, alegremente cantavam, e rejubilavam todos os filhos de Deus?

Por muito tempo so estudiosos pensanvam ser uma forma poetica de Jó falar da criação, mas era o Espírito de Deus falando do louvor de toda a criação, cumprindo-se a Palavra que diz : " Toda criação foi feita pra louvor de sua Glória"


Ele revela o profundo e o escondido. Conhece o que está em trevas, e com Ele mora a luz.(Daniel 2,22)

Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta, que disse: Abrirei em parábolas a minha boca; Publicarei coisas ocultas desde a fundação do mundo.(Mateus 13.35)

E ouvi toda a criatura que está no céu, e na terra, e debaixo da terra, e que está no mar, e a todas as coisas que neles há, dizer: Ao que está assentado sobre o trono, e ao Cordeiro, sejam dadas ações de graças, e honra, e glória, e poder para todo o sempre. (Apocalipse 5:13)

“Porque Deus, que disse: Das trevas resplandecerá a luz, ele mesmo resplandeceu em nosso coração, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Cristo” (2 Coríntios 4.6).

Astrônomos gravam som das estrelas 

Cientistas gravaram o som de três estrelas semelhantes ao Sol usando o telescópio francês Corot.  
Segundo os pesquisadores, a gravação dos sons permitiu que se conseguisse captar pela primeira vez informações sobre processos que acontecem dentro das estrelas.
Os sons captados pelos cientistas revelam que as estrelas têm uma "pulsação" regular.
Também é possível perceber que o som de cada uma das estrelas é levemente diferente das demais. Isso acontece porque o som das estrelas depende da idade, tamanho e composição química de cada um dos astros.
A técnica de sismologia estelar, usada pelos cientistas nesta pesquisa, está tornando-se mais comum entre astrônomos, porque o som permite que se tenha uma idéia das atividades dentro das estrelas.
De acordo com o professor Eric Michel, do Observatório de Paris, a técnica já permitiu que pesquisadores tenham mais conhecimento sobre as estrelas.
"Esta é uma forma completamente nova de se olhar para as estrelas comparado com o que estava disponível nos últimos 50 anos. É muito animador", diz Michel.
O professor descobriu que a pulsação das estrelas é muito parecida com o que os cientistas imaginavam, mas há uma pequena variação.
Essa variação pode indicar que os astrônomos ainda precisam refinar suas teorias sobre evolução estelar.
Os pesquisadores publicaram os resultados da pesquisa na revista científica Science.
O professor Ian Roxburgh, do Queen Mary College de Londres, muitos cientistas estão tentando aperfeiçoar a técnica.
"Não é fácil. É como ouvir o som de um instrumento musical e depois tentar reconstruir a forma do instrumento", diz.
 ...
Davi entusiasmado com uma visão: “Quando contemplo os Teus céus, obra dos Teus dedos, e a lua e as estrelas que estabeleceste...”. 

 


( aqui tentei colocar o som, mas falhei, fico devendo)


Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação.( Tiago 1, 17)