Tolerância para viver em paz


 Autor, pastor Odair Alves de Oliveira

A tolerância é remédio que acalma as indignações do coração. A diversidade de tratamentos que recebemos dos outros não deve nos desanimar. Os sábios entendem que as pessoas agem ao sabor do
momento, e que muitas são fracas. Mesmo os contrários aos nossos projetos, idéias e até religião, devem ser suportados, entendidos. Tolerância é também paciência, condescendência.
1 – ABRAÃO SUPORTOU LÓ. O histórico sobre o convívio e fatos da vida de Ló, sua família, seus vaqueiros está narrado nos capítulos 13 a 19 de Gênesis. A discussão entre seus vaqueiros e os de Abraão; a escolha de Ló pelas campinas de Sodoma; Abraão libertando Ló das mãos de reis inimigos; a intercessão de Abraão por Ló e sua família.
2 – DAVI SUPORTOU ABSALÃO. Absalão foi o filho vaidoso que Davi gerou. Ele se levantou contra o próprio pai na área política. Vingou o estupro de sua irmã Tamar com a morte de Amom. Absalão foi rebelde. Chegou a se relacionar maritalmente com as concubinas de seu pai. Sua morte foi trágica. Mas Davi o amava e chorou profundamente a morte dele. Ver I Samuel, capítulos 13 a 19.
3 – ABIGAIL SUPORTOU NABAL. Esposa fiel e paciente. O marido era bem sucedido como criador de ovelhas, mas como esposo era de difícil convívio. Alcoólatra, egoísta, cheio de si, valentão, bruto. Não soube valorizar a esposa maravilhosa que teve. Em suma: insuportável! Ainda assim, Abigail, sua esposa, o amava e fazia o que estava ao seu alcance pelo bem de Nabal. Ver I Samuel 25.
4 – JÓ SUPORTOU SEUS AMIGOS. Nos momentos de glória, os amigos de Jó o lisonjeavam, certamente; tinham-no como bem-aventurado. Mas, na desgraça de Jó, após breves protocolos de consolo, os amigos de Jó o censuram, criticam, condenam. Jogam a culpa de sua miséria sobre algum pecado inconfessado. Chegam a pôr em dúvida a integridade do amigo sofredor. Jó conseguiu orar por eles.
5 – JESUS SUPORTOU PEDRO, TOMÉ E JUDAS. Nunca um líder foi tão tolerante como Jesus com seus liderados. Eles eram indecisos, inseguros e até um deles, mal-intencionado. Jesus foi o exemplo de amigo compassivo. Não condenou seus discípulos por serem lentos no aprendizado e nem por serem, algumas vezes, obstáculos aos seus planos. Não exigiu deles a perfeição, mas que o imitassem em tudo o que vissem e ouvissem. Pedro o negou; outros fugiram ao ser preso Jesus; Judas o traiu e, ainda assim, não foi escorraçado nem amaldiçoado pelo Senhor benevolente. Jesus os amou até o fim.
Conclusão: Sabemos que tolerar não é concordar com o modo e os princípios das pessoas, mas conviver sem criar intrigas, rancores; ouvir, ver e orar. Muitas vezes há alteração nas pessoas simplesmente pelo convívio com outrem; pela influência dos bons. A marca do exemplo do bom relacionamento está acima de contradizer, discutir, mas em ajudar, acolher, cooperar. Um gesto de generosidade convence mais que cem discursos.


TOLERÂNCIA
Um diretor de empresa com poder de decisão, gritou com seu gerente porque estava com muito ódio naquele momento.
O gerente, chegando em casa, gritou com sua esposa, acusando-a de gastar demais, com um bom e farto almoço à mesa.
A esposa nervosa gritou com a empregada que acabou quebrando um prato que caiu no chão.
A empregada chutou o cachorrinho no qual tropeçara, enquanto limpava os cacos de vidro.
O cachorrinho saiu correndo de casa e acabou mordendo uma senhora que ia passando pela rua.
Essa senhora foi à farmácia para tomar fazer um curativo e tomar uma vacina, e gritou com o farmacêutico, porque a vacina doeu ao ser-lhe aplicada.
O farmacêutico, chegando em casa, gritou com sua esposa, porque o jantar não estava do seu agrado.
Sua esposa, tolerante, um manancial de amor e perdão, afagou seus cabelos e beijou-o, dizendo:
"Querido, prometo que amanhã farei o seu prato favorito. Você trabalha muito, está cansado e precisa de uma boa noite de sono. Vou trocar os lençóis da nossa cama por outros bem limpinhos e cheirosos para que você durma tranqüilo. Amanhã você vai sentir-se bem melhor."
E retirando-se, deixou-o sozinho com os seus pensamentos.
Naquele momento, rompeu-se o CÍRCULO DO ÓDIO, porque esbarrou-se com a TOLERÂNCIA, a DOÇURA, o PERDÃO e o AMOR.
Se você está ou se colocaram você em um CÍRCULO DE ÓDIO, lembre-se de que com TOLERÂNCIA, DOÇURA, PERDÃO e AMOR pode-se quebrá-lo.

Autor Desconhecido
 
SUELLEN LIMA, EM ADORAÇÃO.






A TODOS   UMA   ABENÇOADA  SEMANA, A PAZ  E  A  LUZ SEJAM  NOS VOSSOS  CAMINHOS,  E NOME DE  JESUS.
AMÉM

4 comentários:

Mgomes - Santa Cruz disse...

Valquiria: Lindo texto quem dera que todos nós fossemos tolerantes uns para os outros se assim fosse este mundo era bem melhor. Bom fim de semana.
Beijos

Edna Lima disse...

Um belo domingo de muita paz e amor pra vc. Bjs. edna

Terê. disse...

então minha querida, como sempre que belo texto, lindo fim de semana bju terê.

Sônia Silvino disse...

Não consegui deixar comentário no blog Valvesta. Já é a segunda vez, amiga. Não sei o que acontece.
Deixo beijos com carinho, muitos!