Eu quero ser um vaso novo




O profeta Jeremias foi chamado a descer à casa do oleiro para receber uma mensagem de Deus para a nação de Judá (Jr 18.1-6). Ali ele viu o oleiro trabalhando sobre as rodas, moldando o barro e fazendo dele um vaso novo. O vaso havia se estragado nas mãos, mas em vez do oleiro jogar o vaso fora, fez dele um vaso novo. Esse episódio encerra algumas preciosas lições:
1. Deus não desiste de você, mesmo quando você falha em cumprir seu propósito (Jr 18.4). O oleiro não jogou no lixo o vaso que se lhe havia estragado nas mãos. Ele não o colocou num canto como algo imprestável. Ele não desistiu desse vaso, mas fez dele um vaso novo. Assim, também, Deus não desiste de você. Mesmo quando você se torna como um barro sem liga ou como um vaso estragado, Deus continua investindo em sua vida. Ele não abre mão de fazer de você um vaso novo. Deus não desiste de fazer um milagre em sua vida. Ele não abdica do direito que tem de fazer de você um vaso de honra, um vaso útil, preparado para toda boa obra. Mesmo quando você cai, fracassa e se desvia, Deus não considera você como sucata imprestável. Ele não olha você com desprezo. Como oleiro divino, ele investe em sua vida e transforma você, para que você cumpra os propósitos eternos que ele mesmo estabeleceu para sua vida.
2. Deus não faz apenas remendos em sua vida; ele faz de você um vaso novo (Jr 18.4). O oleiro não remendou o vaso que se lhe havia estragado nas mãos. Ele não se contentou com meias medidas. Ele fez um vaso novo. A obra de Deus em você é completa. Ele faz de você uma nova criatura. Ele não quer apenas uma reforma externa, um verniz de aparência. Ele quer dar-lhe uma nova vida, uma nova mente, um novo coração, uma nova família, uma nova pátria. Deus tem para você uma vida nova, com novos gostos, novas preferências, novos alvos, novos sonhos, novos compromissos. A vida com Cristo é novidade de vida. É vida santa, é vida no altar, é vida cheia do Espírito, é vida abundante, maiúscula, superlativa, eterna. A obra de Cristo em você é um milagre extraordinário. Portanto, você deve despojar-se dos trapos da murmuração e revestir-se com as vestes de louvor. Você deve largar para trás o espírito angustiado e cobrir-se com roupagens de louvor e óleo de alegria.
3. Deus não faz de você um vaso segundo o seu querer, mas um vaso segundo o seu propósito soberano (Jr 18.4). Deus fez do vaso que se lhe havia estragado nas mãos um vaso novo, segundo bem lhe pareceu. A obra de Deus em você não é conforme os ditames da sua vontade, mas conforme os propósitos soberanos do próprio oleiro divino. Deus tem o melhor para você. Os planos de Deus para a sua vida são mais elevados do que os seus próprios sonhos. O projeto de Deus para a sua vida são mais altaneiros que os seus próprios projetos. A vontade de Deus e não a sua deve prevalecer em sua vida. Ele é o oleiro, e você o barro. Não é o barro que manda no oleiro; é o oleiro que molda o barro. O oleiro tem o direito de fazer do barro o que lhe aprouver. O oleiro divino que molda você é o mesmo que espalhou as estrelas no firmamento e o mesmo que lançou os fundamentos da terra. O oleiro divino está empenhado em esculpir em você a beleza de Jesus. Seu projeto eterno é transformar você à imagem do Rei da glória. Ele lhe predestinou para você ser conforme à imagem do seu Filho. Deus jamais desistirá desse projeto. Seus planos não podem ser frustrados. Se preciso for, ele vai quebrar o vaso e fazê-lo de novo. Mas, jamais vai desistir de fazer de você, um vaso de honra.
Rev. Hernandes Dias Lopes - http://hernandesdiaslopes.com.br





   
Um selo pela paz, 
que rios de águas vivas jorrem nas vidas, com águas de paz.

CHEGANDO MAIS PERTO

Sonhei que andava por um estreito caminho
Na vastidão do planeta. Tudo era deserto...
Montanhas, fauna e flora, era o que me rodeava.
De repente ao longe, observei um vulto;
Parecia de um homem, então comecei a correr.
Corria e corria e ele mantinha-se a mesma distância,
Então parei de correr e sentei...
Sentei-me com as mãos em meu rosto, abaixei-o
E comecei a chorar.
Chorava copiosamente quando senti alguém ajoelhar-se
A minha frente, ergui o rosto, e olhei.
Era aquele vulto; ele voltou pensei. Pegou em minhas mãos
E com um pano sobre o seu ombro enxugou minhas lágrimas...
Sem nada falar ele se levantou e continuou seu caminho.
Abobado com o fato, não sabia o que fazer, comecei a me levantar
Para caminhar junto dele e conversar (eu queria falar com alguém).
O tempo que levei para me levantar, foi o suficiente para que ele estivesse
Distante; porém um pouco mais perto...
Quando acordei pensei, estou longe dele, por isso orei, orei com toda a fé
E o amor que em minha alma possuo. Deste dia em diante me senti melhor;
Comecei a caminhar mais perto deste vulto, agora meu amigo,
JESUS CRISTO!
(PEREZ SEREZEIRO)

15 comentários:

Mgomes - Santa Cruz disse...

Valquiria: Sempre fico encantado com os teus textos são sempre admiraveis aos nossos olhos porque são palavras de Deus.
Beijos
Santa Cruz

Sinais no Mundo... disse...

Um Santo Advento na Paz de Jesus , Maria e José...

Que nos reencontremos na Gruta de Belém!

Claudinha ੴ disse...

Que bom ler aqui o verdadeiro sentido do Natal!
Beijo.

Uni ver sos disse...

Oi Querida!!


Gostaria de convidar vc para participar do nosso 2º Amigo Oculto de Natal, as inscrições estão abertas para quem quiser participar, será uma linda festa de confraternização virtual. Para saber mais detalhes e se inscrever passe no meu blog.

Abraços e obrigada!!

Ξ ѕ t є я

O Árabe disse...

Excelentes escolhas... belo post! :) Boa semana, amiga.

Erico disse...

Oiê!

Vim retribuir a visita e comentário e para minha surpresa achei aqui um pedacinho do céu na blogosfera, parabéns!

Que Deus continue abençoando sua vida!

:)

Sinais no Mundo... disse...

Em sua exemplaridade para a Igreja, Maria é plenamente a Virgem do Advento na dupla dimensão que a liturgia tem sempre em sua memória: presença e exemplaridade. Presença litúrgica na palavra e na oração, para uma memória grata dAquela que transformou a espera em presença, a promessa em dom. Memória de exemplaridade para uma Igreja que quer viver como Maria a nova presença de Cristo, com o Advento e o Natal no mundo de hoje.

Aleatoriamente disse...

Val,
obrigada pela visita .
Amei o texto é lindo.


Beijinho.
Fernanda.

Pelos caminhos da vida. disse...

Uma bela partilha Valquiria, obrigada.

beijooo.

Zil Mar disse...

Oi...passando para agradecer sua visita...e tb conhecer seu blog.

Aqui é um lugar de paz...tudo é um encantamneto....

Adorei o lugar...lindo!!!!!!!

Bjos!!!

Zil

Machado de Carlos disse...

Olá, como vai você?

Que bom que você me visitou! Como é bom reler aqui os grandes provérbios evangélicos!

Um grande Abraço!

O Guardião disse...

Feliz de quem tem um objectivo na vida e nele acredita.
Cumps

C Valente disse...

Saudações amigas com um abraço pelo dia de hoje

Julia disse...

Oi Valquíria!
Obrigada pela visita!
Me encantei com seus enfeites de Natal! heheh
E principalmente por retratar seu verdadeiro significado.
bjos

Erico disse...

Oiê!

É verdade, Deus não escolhe os capacitados, Ele capacita os escolhidos.
Tenha um lindo dia!

Beijo de paz :)